segunda-feira, 9 de novembro de 2009

ISTO É FELICIDADE...

"Não me apego aos direitos reboantes
que a muitos homens viram a cabeça.
Não choro se os deuses me negarama sorte
de opor-me a privilégios,
ou de impedir os reis de entrarem em guerra.
Em nada me magoa que a imprensa açoite os parvos,
que a censura alerta persiga os cultores do motejo.
São só "palaras, palavras, palavras".
Outros direitos me são caros, e outra, mais alta
e bela liberdade eu amo: servos de plebe
ou servos de poder, não será tudo o mesmo?
Não prestar contas a mais ninguém,
servir e comprazer a si mesmo somente,
não baixara cabeça às coroas, às librés,
vagabundear conforme dita o estro,
deixar-se seduzir pela beleza,
comover-se perante a natureza,
perante as criações da mente.
Isto é felicidade, estes os direitos..."
(Alexander Puchkin)

Nenhum comentário: