sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

O MISTÉRIO DA AMIZADE

"O mistério da amizade talvez resida no alívio
que traz a existência de alguém que nos acolha.
Acolher significa receber de bom grado,
previamente, sem julgamentos ou resistências.
O mistério da afinidade consiste na inexistência
das resistências ao outro, mesmo quando haja discordância.
Isso não deriva apenas de afeto.
Quantas vezes há afeto entre as pessoas
sem que aconteça a aceitação natural, espontânea e prévia?
Verifique nas amizades tidas e vividas
ao logo da vida, o que delas restou.
Haverá muita vivência, boa e má.
Raramente, porém, restará a amizade...
Com os anos, vão se tornando escassas as amizades que atravessaram
o terreno íntimo que lhes é próprio sem arranhões e sem mágoas,
restando como fruto, apenas a amizade.
A amizade verdadeira!"
(Artur da Távola)

2 comentários:

ESCORPIÃO//CAPRICÓRNIO disse...

A amizade é uma choupana, erguida por alguém que nem se identifica, em qualquer praia do litoral da vida. Abriga viajantes e lhes dá guarida, protege-os do frio, da chuva e do sol quente, sem se importar se os pés estão sujos de areia ou se cheiram a maresia. Assim é o amor amigo: apenas acolhe, sem questionamentos, alegra-se com a presença, mas não escraviza.
Se amor de mãe é ninho, de casal é castelo, amizade é puro teto. Sem portas nem janelas, para que se sintam livres os pássaros,quando ali pernoitam, para que voltem sempre que lhes aprouver.Cria-se na amizade um pacto silencioso que dura para sempre. E é tão rara como definitiva. Costumo dizer ter muitos conhecidos, mas poucos amigos. Mas estes, como são queridos...somos irmãos, talvez há muitas vidas e nos guardamos nos corações uns dos outros, sem importar se nus ou se vestidos. Amigos se cruzam no espaço dos tempos indefinidos e lá permanecem vivos, escondidos, até que a memória os reaproxime. Amigos não se precisam - se têm. E sabem disto.
Amizade é fonte de água limpa, de amor puro que nunca se esvazia.

Irinéa Maria disse...

Esse lindo mistério, que só os amigos sinceros decodificam, trazem à tona nossos segredos, pois não precisamos de sofismas, somos o que somos!
Não existe sexo, raça ou preconceitos
religiosos.
Em nosso íntimo, apenas o amor sincero, o dar sem querer volta, isso porque, a volta vem sempre, coberto de ternura...
amigos são assim, simples!