domingo, 21 de março de 2010

NÃO SOU UM LIVRO ABERTO

"Não sou um livro aberto,
não tenho que ser,
sou dono das minhas páginas
e publico as histórias que quiser.
Não gosto de ser folheado,
é um direito meu, inalienável,
exponho ou omito os capítulos que desejar,
conto contos que julgar devam ser lidos."
(Autor Desconhecido)

3 comentários:

™ Natália Rios disse...

Ótimo =D

"Cantinho Poético" disse...

Bom dia amigooooooo
Lindas postagens.

Beijos na alma!!

M@ria disse...

Agradecendo sua visita que amo.

Beijos e Boa Tarde!!