sexta-feira, 25 de setembro de 2009

UM LUGAR ASSIM...

"Talvez todos queiramos um dia
viver um amor sem tempo
e sem lugar definidos.
Um amor sem passado nem futuro,
onde cada momento de encontro
transborde vida, exaltação.
Um amor que não pergunte, nem responda.
Um amor que seja apenas um breve voo,
a inconstância das dunas,
suave e tórrido como o sol.
Talvez nesse lugar indefinido
se cumpra apenas a essência das coisas,
ou seja não as rosas,
mas a ideia e o perfume das rosas,
não o oceano,
mas a força e a espuma do mar.
O mais difícil é aceitar que essa exuberância
ter-se-á de se viver como quem vive uma estação
e não mais do que isso,
senão tudo se concretiza e perde..."

Nenhum comentário: