quinta-feira, 15 de outubro de 2009

FOSTE-TE EMBORA...

"Foste-te embora e não me ensinaste a viver sem ti.
Não me deixaste manual de instruções,
um folheto explicativo, ao menos;
nada que me dissesse para onde me virar nem o que fazer a seguir,
Nem um recado, sequer, na porta do frigorífico,
que sumariamente me explicasse os modos
de encher os espaços vazios com esta sumaúma triste.
Não me deste perspectivas de regresso
nem qualquer tipo de garantia.
Não me mostraste as precauções a tomar ou a profilaxia a fazer
nem, muito menos, os perigos que corro
com a sobredosagem da tua ausência na minha corrente sanguínea.
Foste-te embora e eu, às voltas com as dificuldades de montagem
da tua falta nos meus ocos recantos,
sem saber como me encaixar no vácuo que provocaste.
Eu, solta e desconjuntada,
mil peças de pinho sueco espalhadas pelo chão da sala..."
(Sofia Vieira)

2 comentários:

Nina disse...

Luis...Quero, um dia, poder dizer aos meus amigos que nada foi em vão...Que a amizade existe e vale a pena compartilhá-la com alguém, e a vida é bela sim, eu sempre dei o melhor de mim... E valeu a pena tê-lo como amigo. Amizades são feitas de pedacinhos...Pedacinhos de tempo que vivemos com cada pessoa. Não importa a quantidade de tempo, mas... A qualidade do tempo que vivemos. Beijos

Aurea disse...

Que seja o sol companhia
que ele sempre amanheça
mas se a chuva cair
que ela não te entristeça.
Que teu pensamento tenha fé,
sonho, amor e constância.
Que teu corpo tenha saúde e alimento.
Que tuas palavras sejam sábias,
coerentes e sinceras.
Que teu espírito sempre renasça
e sejas amoroso, cuidadoso e
incondicional.
Que você possa prosseguir adiante
invensível, sensível e radiante.
Que você tenha tempo
para abraçar o mundo
e esteja aberto
para o mundo te abraçar.
abraços amigo!!!
ta lindo seu blogger!!!!!